quarta-feira, 19 de agosto de 2009

TOURADA NA CALOURA DA TERRA AO MAR

A coisa até tinha corrido bem senão fosse o barco de pesca ter entrado no porto ao escuro! Da próxima vez que houver tourada há que proibir o trafego terrestre, maritimo e por via das dúvidas o tráfego áereo, pois o piloto de avião ainda poderá distrair-se a olhar para baixo para ver os touros e pumba!
Se o Sr João tivesse ouvido os conselhos que lhe deram.... Que mania tem esta gente de não ouvir as pessoas....
O Sr João da Lagoa partiu do principio que todos gostavam de touradas e que não iriam trabalhar... esqueceu-se que nem todos teem chorudos ordenados e que ainda há quem tenha que trabalhar no duro todos os dias para ganhar o sustento para a familia. Pronto, ninguém está livre de um esquecimento, mas... é bom que o Sr João da Lagoa e outros comparsas seus se lembrem que nem todos gostam de touros e muito menos de touradas à corda. Com esta brincadeira pode ser que ainda leve alguma marrada em Outubro.
Deixem lá as touradas para os terceirenses.... eles é que sabem destas coisas. Fiquem-se por cá com arraiais pimbas e procissões de velas. Antes uma peladela de cera quente que uma marrada de touro furioso.

3 comentários:

Maninha disse...

há mt q a caloura está entrege à bicharada :(

Azoriana disse...

1. "Deixem lá as touradas para os terceirenses.... eles é que sabem destas coisas."
e
2. "Antes uma peladela de cera quente que uma marrada de touro furioso."

Chamou-me a atenção estas partes do artigo. Passo a explicar:
Sobre o 1. As touradas na ilha Terceira já são uma tradição e nem sei indicar a data exacta pois desde o berço que os toiros são a prata da ilha e de qualquer freguesia da mesma. Terceira sem toiros está perdida no sentido económico.
Sobre o 2. "touro furioso" eu diria mais - touro bravo, no sentido de que a bravura é a sua característica principal e manifesta-se quando confrontado com algo que lhe desponta essa mesma acção normal. Um toiro sem bravura é um animal manso. A fúria aplica-se mais aos humanos, não será assim?

Já tive ocasião de ver imagens de touradas à corda na ilha de São Miguel (não lembro o local). Noto que as pessoas ainda não estão educadas/com conhecimento para se defenderem da bravura normal do toiro. As marradas geralmente fazem mossa e devem ser evitadas por quem não tem experiência na arte de tourear.

Se não gostar do meu comentário é livre de o apagar e não pretendo com ele qualquer polémica mas tão somente alertar para algo convém saber: para bem tourear há muito que treinar.

ZEZE disse...

Cara Azoriana, todos os comentários são bem vindo neste blog. Deus me livre de não publicar os comentários de quem lê o meu blog. Aqui todos são livres de opinar.
Um bem haja....